Técnica Japonesa Para Aliviar o Estresse – Muito Melhor Que Calmante

Técnica Japonesa Para Aliviar o Estresse – Muito Melhor Que Calmante

O imperador romano e filósofo Marco Aurélio disse que “Aquele que vive em harmonia consigo mesmo vive em harmonia com o universo”. E talvez ele tenha dito isso porque já naqueles tempos eles conheciam esse mal que aflige a todos nós: Estresse.

Para tratar esse distúrbio, os medicamentos geralmente são insuficientes, mas em caso de estresse físico, fadiga mental ou desequilíbrio hormonal associado ao estresse, é possível recorrer a técnicas ancestrais de fácil implementação. 

Elas não exigem nenhuma preparação e, em um momento de extrema tensão, podem nos ajudar a recuperar o bem-estar em pouco tempo.

Estresse, um inimigo implacável

A vida nem sempre é simples e o cérebro identifica os perigos potenciais, gerando assim um desequilíbrio no sistema nervoso que afeta nossas funções básicas (respiração, digestão, circulação sanguínea…).

No entanto, é bom lembrar que o estresse em si pode ser positivo se houver uma maneira de justificar, isto é, se a ameaça realmente existe, desde que seja por um curto período de tempo. 

Neste caso, representa um meio para obter energia, pensar e se mover rapidamente.

Mas o problema surge quando esse tipo de epidemia moderna se torna crônica. Nosso corpo não está preparado para um acúmulo excessivo de adrenalina e cortisol e os efeitos são imediatos.

Efeitos do estresse no nosso corpo:

– O cérebro percebe uma ameaça real ou imaginária.

– Os pulmões se enchem de ar para enviar mais oxigênio.

– Os músculos se contraem para preparar o corpo para lutar ou fugir.

– A frequência cardíaca aumenta.

– As artérias do estômago se contraem para enviar mais sangue para os músculos.

– O fígado segrega grandes quantidades de glicose, para liberar mais energia.

Técnica japonesa para eliminar o estresse.

Recuperar a calma não é fácil, mas podemos tentar essa técnica japonesa para eliminar o estresse.

Você já ouviu falar sobre a técnica Jin Shin Jitsu? Talvez não, mas os japoneses dizem que por meio dessa técnica é possível eliminar o estresse em apenas 5 minutos.

Embora em casos graves de estresse, os tratamentos necessitem do endosso de um profissional, a técnica Jin Shin Jitsu, pode ser um ponto de partida, um alívio momentâneo que nos permite recuperar e equilibrar as tensões que nos afetam.

De acordo com esta arte, cada dedo está alinhado com certos órgãos do corpo. É um sistema semelhante ao da reflexologia, segundo o qual pressionar com os dedos certas partes pode ativar as conexões entre os pontos de energia de um membro ou o órgão correspondente.

Ao mesmo tempo, a técnica tem acesso a certas emoções, graças à interação com os órgãos. Não vamos esquecer que, de acordo com a cultura japonesa, cada órgão está ligado a um certo universo emocional.

Para ativar esse mecanismo, você só precisa fechar o punho esquerdo em torno de um dedo da mão direita. Pressionar levemente este dedo por 30 segundos.

Você escolherá o dedo que será submetido a esse processo, dependendo do distúrbio que deseja aliviar.

Leve esta informação em consideração.

Polegar: preocupações, nervos, estresse.

Dedo indicador: medos.

Dedo maior: raiva, violência, agressividade.

Anelar: depressão, tristeza, indecisão.

Dedo mindinho: pessimismo, ansiedade, falta de energia.

Uma vez que você identificou a emoção que caracteriza sua situação, pegue o dedo com o punho esquerdo e faça várias séries de 30 segundos alternando entre pressão e distensão, por 5 minutos.

O simples ato de exercer essa pressão em nossos dedos implica entrar em um estado de relaxamento.

Que tal tentar essa técnica simples e compartilhar com os amigos?

Eles vão te agradecer!

Deixe uma resposta