CARTA AO MEU EX: Obrigado, porque agora eu sei o que o amor não é!

CARTA AO MEU EX: Obrigado, porque agora eu sei o que o amor não é!

Olá, garoto estranho, pode parecer estranho escrever para você neste momento, mas eu tive que fazer isso e não por você, mas por mim mesmo. Talvez neste momento você se pergunte, mas por que ela me chama de estranho? E é que você é agora para mim, um completo estranho, alguém que eu não conheço e que nunca quis conhecer. Você me machucou muito, mas isso não importa mais, eu não me importo mais.

Estando com você, aprendi que as pessoas podem se deitar bem diante de nós e olhar nos nossos olhos. Eu entendi que nem todas as pessoas são boas e que eu não posso esperar que todos ajam como eu, porque é um erro completo, as pessoas não são as mesmas e definitivamente nem todas têm um bom coração. Ao seu lado, percebi que temos a opção de viver feliz ou de escolher miséria e pobreza emocional e, felizmente, escolhi ser feliz.

Eu quero te agradecer por tudo que você me ensinou!

Porque, embora no começo eu estivesse totalmente magoada, aborrecida e angustiada por tudo que você fez comigo, no final percebi que graças a você aprendi muito. Eu cresci e não falo fisicamente, mas mentalmente amadureci. Eu sei que o amor é complicado e que eu posso me machucar com alguém. De fato, nem todos são fiéis e muito menos sinceros, mas o fato de ter esses comportamentos não significa que eu vou me fechar para o amor para sempre.

Você me ensinou que o amor você pode fingir, que o beijo pode ser uma farsa e que a aparência é uma faca de dois gumes. A vida é uma montanha russa, um dia nós podemos estar acima no mais alto dos céus e outras vezes bem abaixo, assistindo da primeira fila como sentimentos podem ser desprezados por aqueles que mais amamos.

Mas o mais importante, você me ensinou que o objetivo dessa montanha-russa é a adrenalina que nos leva a agir, ser melhor ou pior, amar, sonhar, viver.

Graças a você, percebi que cada decisão que tomamos tem uma consequência e que devemos olhar muito bem em quem confiamos, porque no final, os feridos serão nós mesmos.

Eu te amei, não nego, mas agora estou disposta a me amar

Quero encontrar alguém que viva a vida ao máximo, que não seja limitado, que goste de coisas novas e do melhor, que queira experimentar tudo isso comigo. 

Eu te agradeço por me machucar, porque só então percebi que valho muito mais do que acreditava. Agora eu sei que não posso forçar alguém a me amar e me valorizar do jeito que sou, mas se eu puder me dar o meu lugar, afinal, eu só dependo de mim mesmo, de mais ninguém.

Espalhe essa carta em suas redes sociais!

Deixe uma resposta