▷ 5 Contos Infantis Incríveis Que Toda Criança Deveria Ler

▷ 5 Contos Infantis Incríveis Que Toda Criança Deveria Ler

Existem muitos contos infantis incríveis por aí que toda criança deveria ler. Pensando nisso, nós resolvemos selecionar alguns deles e disponibilizar para você.

Os contos que nós disponibilizamos aqui são muito populares e tem sempre uma mensagem moral muito interessante a ser ensinada aos pequenos. Além disso, essas histórias ajudam a estimular a imaginação das crianças e são muito importantes na sua educação.

Quem não gosta de viajar no mundo da imaginação, não é mesmo? Ainda mais quando se tratam dos pequenos.

Confira a seguir 5 contos que toda criança deveria ler.

1. A lebre e a tartaruga

desenho da tartaruga e da lebre

A lebre e a tartaruga é uma história que fala de uma disputa que foi comentada em todo o reino dos animais. Certa fez uma lebre que se achava muito rápida e esperta, passava os seus dias caçoando de uma pobre tartaruga, por conta de sua lerdeza.

Até que um dia, a tartaruga cansada de ouvir os insultos da lebre, resolveu propor uma aposta. As duas iriam travar uma corrida.

Logo, todos os animais ficaram sabendo dessa disputa e se dirigiram até o local para acompanhar a corrida.

A lebre logo saiu na frente, mas ao ver os passinhos da tartaruga, pensou que sua corrida já estava ganha. Com a vitória garantida, ela poderia até mesmo tirar um tempinho para relaxar. E foi o que fez, a lebre logo caiu no sono.

Enquanto isso, a tartaruga vinha andando com seus passos lentos, porém firmes. A tartaruga andou, andou e já se aproximava da linha de chegada.

De repente, a torcida começou a bater palmas e a gritar fortemente para incentivar a tartaruga. Ouvindo o barulho, a lebre acabou acordando e se dando conta de que havia dormindo algum tempo. Ela então, retomou a corrida, mas já era tarde demais.

A tartaruga estava atravessando a linha de chegada e provou que devagar se vai ao longe, mas que convencimento não leva a lugar nenhum.

2. O corvo e a raposa

a história do corvo e da raposa

Certo dia um corvo pousou em uma árvore com um grande pedaço de queijo no seu bico. Sentindo o cheiro do queijo, uma raposa logo se aproximou.

A raposa tinha muita vontade de comer o queijo, porém não tinha habilidades para subir naquela árvore, então resolveu apostar na sua inteligência.

– Bom dia querido Corvo. – disse ela.

O corvo a cumprimentou apenas balançando a cabeça.

– Ouvi falar por aí que o canto do rouxinol é o mais belo de toda a floresta. Mas, eu aposto que caso você cantasse, meu caro amigo, iria fazer melhor do que qualquer outro pássaro.

Ao ouvir aquilo, o corvo se sentiu desafiado e logo começou a cantar. Ao abrir o bico, seu queijo caiu no chão e foi logo abocanhado pela raposa que exclamou em seguida:

– Tome muito cuidado com as bajulações amigo corvo. Esteja mais atento nas próximas vezes!

3. O Leão e o Ratinho

o leão grandão e o ratinho desenho

Era uma vez uma família de ratinhos que resolveu sair para passear. Sem perceber, a família de ratinhos acabou passando por cima de um leão que dormia no bosque e quando seus pequenos pezinhos fizeram cócegas na pele do leão, ele acordou furioso.

Rapidamente, os ratinhos saíram correndo e fugiram. Mas, um dos ratinhos não conseguiu fugir e ficou preso embaixo da para do Leão.

Quando se deu conta, o ratinho entrou em desespero e implorou ao Leão que o deixasse ir embora. Ele se comprometeu a um dia retribuir a ajuda do Leão. Com pena do pequenino, o Leão deixou que ele fosse embora.

Certo Dia, ao atravessar o bosque, o Leão foi surpreendido por caçadores que o prenderam em uma imensa rede. Os caçadores correram para buscar um meio de transporte que os permitisse levar o Leão para um zoológico. Foi quando passava por ali o pequeno ratinho, que ao perceber o desespero do seu amigo, lhe ofereceu ajuda.

O ratinho roeu as redes que prendiam o Leão e o libertou. Naquele momento, o Leão percebeu que o ratinho realmente tinha feito o que prometeu naquele dia e se tornou o seu amigo.

4. A galinha dos ovos de ouro

ovos de ouro de galinha

Numa certa manhã, o dono de uma fazenda, descobriu que a sua galinha havia botado um ovo de ouro. Ao ver aquela preciosidade, ele pegou o ovo e foi correndo mostrar para a esposa.

– Veja! É um ovo de ouro. Estamos ricos! – Disse ele.

Ele então levou o ovo ao mercado e lá conseguiu uma grande quantia de dinheiro por ele.

Na manhã seguinte, a galinha botou mais um ovo de ouro e ele vendeu novamente. E assim, por vários dias seguidos, de forma que ele ia acumulando muito dinheiro.

Porém, quanto mais dinheiro o fazendo ganhava, mais ganancioso ele se tornava. Foi então que, começou a pensar que se a galinha botava aqueles ovos de outro, era porque dentro dela deveria haver um grande tesouro.

O fazendeiro não conseguia parar de pensar que dentro da galinha havia algo ainda mais valioso que os ovos, e então decidiu matá-la. E foi o que ele fez.

O fazendeiro matou a sua galinha dos ovos de ouro e ao abrir a galinha no meio percebeu que ela era igualzinha a todas as outros, ou seja, não tinha nenhum tesouro ali dentro.

A moral da história que quem tudo quer, acaba ficando sem nada.

5. A raposa e as uvas

Era uma vez uma raposa que avistou um imenso parreiral de uvas. Ela se aproximou e viu lindos e enormes cachos de uvas, que pareciam frescos s suculentos. A raposa sentiu muita vontade de degustar aquelas uvas e foi se aproximando para tentar pegá-las.

Ela dava muitos saltos, mas não conseguiu alcançar as uvas. Tentou, tentou, tentou e nada! Vendo que era impossível conseguir comer aquelas uvas, resolveu então ir embora. Foi então que pensou:

– Eu nem estou ligando mesmo para essas uvas, nem eram tão bonitas e devem estar verdes.

A moral da história é que é muito fácil desdenhar aquilo que não podemos alcançar.

Deixe uma resposta