Estudo diz: você pode ter 3 personalidades e elas definem quão influenciável você é

Estudo diz: você pode ter 3 personalidades e elas definem quão influenciável você é

Você acha que é do tipo de pessoa que pode ser facilmente persuadido pelas outras pessoas? Se a sua resposta for sim ou não, o que será que essa característica tem a dizer sobre você?

Um estudo recente revelou que o poder de convencimento dos outros sobre nós, tem muito a dizer sobre nossa personalidade.

A personalidade pode revelar suscetibilidade para a persuasão

Um estudo que entrevistou 316 pessoas na Inglaterra, conseguiu revelar que existem diferentes personalidades humanas e que elas podem ser definidas de acordo com o quanto cada pessoa pode ser persuadida pelos outros.

A pesquisa traçou três principais tipos de personalidade: a “socialmente apta”, a “temerosa” e a “malévola”.

Os chamados de “temerosos” foram os descritos como sendo envergonhados, inibidos socialmente e com sintomas de ansiedade. O estudo percebeu que essas pessoas eram mais facilmente persuadidas, especialmente por autoridades. Dessa forma eles seguem os comportamentos de algum grupo.

Os chamados de “malévolos” foram caracterizados como sendo extrovertidos, muito voltados para si mesmo e manipuladores. São aqueles com menor propensão a serem influenciados por alguma figura de autoridade ou a retornar algum tipo de favor, mas demonstraram que existe uma tendência a serem persuadidos, nos casos onde exista algo de seu desejo disponível por um tempo determinado.

Por fim, existem os “socialmente aptos”, eles são extrovertidos e agradáveis. São pessoas persuadidas de forma consciente, geralmente para fazer algo, se isso ajudar a manter um compromisso que tenha sido feito anteriormente.

Na opinião dos pesquisadores, esse estudo pode trazer impactos sobre como podemos ajudar as crianças a desenvolver melhor sua saúde mental. O objetivo do programa é desenvolver técnicas que utilizem das abordagens persuasivas para incentivas os pequenos a serem mais proativos em relação ao seu próprio bem-estar.

Deixe uma resposta