▷ 2 Belas Historinhas De Princesas Que Toda Criança Deve Ler

▷ 2 Belas Historinhas De Princesas Que Toda Criança Deve Ler

Algumas histórias de princesas são tão incríveis que toda criança deveria ler. Hoje, nós trouxemos algumas dessas histórias para compartilhar com você.

Leia elas para os seus filhos e incentive eles a conhecer as mais belas histórias de princesas.

A princesa e a ervilha

desenho do principe, da princesa e da ervilha

Era uma vez um príncipe que estava à procura da princesa perfeita, para isso ele viajou o mundo todo. Ele queria uma jovem que fosse linda e que tivesse o sangue azul.

Porém, depois de muito tempo viajando, o príncipe retornou ao seu reino triste e abatido, pois não havia conseguido encontrar a mulher perfeita para ele se casar.

Numa noite muito fria de inverno, quando o rapaz já acreditava que seria impossível encontrar sua princesa, começou uma terrível tempestade. No meio daquela tempestade, alguém bateu nos portões do castelo. O velho rei muito intrigado foi direto abrir a porta e para a sua surpresa havia ali uma bela menina molhada dos pés à cabeça.

A menina pediu se poderia passar a noite naquele castelo, pois estava viajando de volta para o seu reino quando pegou aquela tempestade no caminho. Ela sentia fome e muito frio. Então o rei resolveu perguntar se ela era uma princesa e ela respondeu que sim.

Foi então que ele a deixou entrar, afirmando que seria imperdoável de sua parte deixar uma princesa naquela tempestade. Mas, o rei não estava tão convencido de que ela realmente fosse uma princesa.

Enquanto a moça se secava e trocava suas roupas, o rei contou para a rainha da visita inesperada. A rainha então começou a pensar e disse saber como descobrir se a moça era realmente uma princesa, ou não.

Subindo até o quarto de hóspedes, a rainha tirou a roupa de cama e colocou embaixo do colchão, um grão de ervilha. Depois colocou mais vinte colchões por cima e finalmente, a roupa de cama.

Depois disso, ela desceu as escadarias do castelo e disse a princesa que ela já poderia ir ao quarto para descansar. No outro dia, elas então conversariam sobre o seu reino.

A princesa então foi até o quarto e deitou-se na cama que mais parecia com uma montanha.

No dia seguinte, a princesa desceu para tomar café da manhã, o rei e a rainha já estavam na mesa. A princesa então saudou o casal e sentou-se. A rainha então perguntou como ela havia passado a noite.

Foi então que ela respondeu: Não consegui dormir nada, aquela cama era muito incomoda, senti algo no colchão que me incomodou a noite todinha e isso deixou meu corpo muito dolorido.

O rei ficou muito bravo ao ouvir aquilo e exclamou: – Isso é impossível! Nunca um convidado se queixou de nossos excelentes colchões, são todos feitos de pena.

Mas a rainha interrompeu ele dando um sorriso. E então explicou tudo o que fez para testar se a moça se tratava de uma princesa ou estava apenas tentando enganá-los.

A ranha levantou e disse a todos: “Somente uma princesa de verdade possui a pele tão sensível que pode se incomodar com uma ervilha embaixo de vinte colchões.

Então, o rei e a rainha apresentaram a princesa ao seu filho, que prontamente se sentiu perdido de amores.

Logo os dois se casaram e a ervilha passou a fazer parte de todas as joias de família, para que todos se lembrassem da história da princesa e da ervilha.

A Bela adormecida

desenho do principe e da bela adormecida

Era uma vez em um reino muito distante, um rei e uma rainha que tiveram uma linda filha chamada de Aurora.

Para celebrar o nascimento da bebê, todas as fadas do reino foram convidadas para serem madrinhas. Cada uma das fadas concedeu á pequena princesa um dom especial. Mas, uma fada má que não havia sido convidada decidiu aparecer na festa e em vez de conceder um dom, resolveu lançar uma maldição.

– No dia em que completar 15 anos de idade, irá picar o seu dedo em um fuso e então morrerá.

Ao ouvir isso, todos no castelo ficaram apavorados. Por sorte, uma das fadas ainda não havia concedido o seu desejo, foi então que alterou a maldição dizendo que ao invés de morrer, a princesa iria cair em sono profundo e o feitiço só poderia ser quebrado quando recebesse um beijo de um príncipe verdadeiramente apaixonado.

O rei mandou que fossem destruídos todos os fusos e rocas do reino.  Assim, os seus empregados foram achando um a um e destruindo, de forma a impedir que a princesa encontrasse um quando completasse os 15 anos, conforme a maldição da fada má. Assim, os anos se passaram e a maldição foi ficando apenas na lembrança. Sendo esquecida por todos no reino até que a princesa completasse a idade.

Mas, quando fez 15 anos, a princesa brincava alegremente no quintal quando foi atraída para dentro da floresta. Ela foi caminhando e caminhando e lá ela encontrou uma casa abandonada e resolveu entrar.

Dentro daquela casa havia um objeto pontiagudo que ela não conhecida. Muito curiosa ela se aproximou e acabou se ferindo acidentalmente, caindo num sono profundo.

A fada boa que havia alterado a maldição encontrou a princesa adormecida e a levou para o castelo.

Um belo dia, um jovem muito corajoso conseguiu atravessar a densa floresta e encontrou o castelo. Ele já sabia da lenda da princesa adormecida e chegando lá descobriu que ela era a jovem mais bela que ela já havia visto em sua vida. Ele não resiste e decide beijar a moça.

Nesse momento, o beijo do príncipe corajoso desperta a princesa e a acorda do seu sonho profundo. Foi então, que a vida voltou para o castelo e todos os seus habitantes voltaram a se sentir felizes.

Nesse dia, foi marcado o casamento entre o príncipe e a princesa Aurora. Todo o reino foi convidado para a celebração desse casamento e fizeram uma grande festa. Então, o príncipe e a princesa e todos os habitantes do reino viveram felizes para sempre.

Deixe uma resposta