Intocáveis: Uma História Real Que Vai Te Fazer Refletir

Intocáveis: Uma História Real Que Vai Te Fazer Refletir

Intocáveis é um filme lançado em 2012 na França, que conta a história de amizade entre dois homens completamente diferentes um do outro. De um lado Philippe, um homem extremamente rico que fica tetraplégico após um acidente de trânsito. Do outro, Driss, um imigrante negro que vive em condições precárias e que já esteve preso por seis meses por cometer atos ilegais.

Duas pessoas completamente diferentes uma da outra, mas que descobrem uma verdadeira amizade, transformando isso em uma experiência enriquecedora para a vida dos dois.

Intocáveis (título no Brasil) conta uma história de amizade entre dois homens com histórias de vida completamente diferentes. O filme é uma comédia dramática do autor Olivier Nakache e de Érico Toledano, protagonizados pelos atores François Cluzet e Omar Sy.  Baseado na autobiografia de Philippe Pozzo di Borgo.

Tanto o livro como o filme, são baseados numa história real. O que você vai ver são as memórias de Philippe Pozzo di Borgo sobre a amizade com o argelino Abdel Yasmin Sellou. O filme fala da relação entre o multimilionário Philippe e seu enfermeiro Driss, um problemático imigrante senegalês contratado para cuidar de Philippe, que após sofrer um acidente acabou ficando tetraplégico, podendo movimentar apenas a cabeça.

Fisicamente, os dois são completamente diferentes, enquanto Philippe não consegue dominar os próprios movimentos, Driss é extremamente forte e saudável. Com histórias de vida completamente opostas, os dois começam a cultivar uma sincera amizade a partir do momento em que Driss é contratado para cuidar de Philippe. Essa relação mostra com muito bom humor que é possível superar as desigualdades físicas e sociais através da amizade.

A espontaneidade de Driss aos poucos cativa Philippe que começa a substituir os sentimentos de solidão e sofrimento pela reciprocidade de uma amizade real. Os dois que antes pareciam intocáveis passam a viver uma relação de intimidade, reciprocidade e amor. Philippe passa a ver em seu enfermeiro uma nova porta para a vida. Driss o estimula a ver o mundo de forma mais leve e a apreciar os momentos.

Essa amizade vai percorrer os dramas dessas duas vidas, e mesmo sendo tão diferentes um do outro, os dois começam a derrubar as barreiras das diferenças de forma muito espontânea e natural, construindo um sentimento real e puro de amizade. Philippe apresenta a Driss o mundo da arte e da cultura sem nenhum constrangimento. Ao mesmo tempo, Driss, se relaciona com naturalidade com Philipe, sem demonstrar nenhum pingo de pena por sua situação.

Os diálogos do longa-metragem são bem-humorados e inteligentes. A história dessa amizade se fortalece ao ponto é que os dois protagonistas decidem curtir a vida sem se preocupar com as barreiras. Driss leva Philippe para muitas aventuras e as diferenças entre os dois de cor, educação, classe social, etc. em nenhum momento são lembrados.

O filme valoriza realmente a amizade e não se preocupa em questionar essas diferenças. A beleza de Intocáveis está na entrega mútua dos dois personagens que não tem medo de viver a vida e que não enxergam limites em suas diferenças para viver uma relação de amizade e reciprocidade. Eles querem aproveitar tudo o que a vida tem para oferecer.

Um filme que traz em sua história uma grande lição. Não tem como não se emocionar com essa história de amizade e não se tocado com a sede de viver de Philippe após conhecer Driss. Existem pessoas que podem nos levar além do que achamos que é possível. Intocáveis é a prova de que a vida pode ser muito melhor do que a gente pensa!

Deixe uma resposta