Leia Essa Mensagem Incrível De Stephen Hawking Para Todas As Pessoas Que Sofrem De Depressão

Leia Essa Mensagem Incrível De Stephen Hawking Para Todas As Pessoas Que Sofrem De Depressão

Stephen Hawking foi um dos cérebros mais brilhantes dos últimos tempos e infelizmente já faleceu

Ele é reconhecido mundialmente graças a suas pesquisas e descobertas no campo da cosmologia e da física quântica.

Este grande cientista nasceu em 8 de janeiro de 1942 em Oxford, Inglaterra. Seu sonho desde a infância era estudar matemática, mas quando chegou a hora de escolher uma carreira, ele decidiu sobre as ciências naturais.

Quando completou 21 anos, começou a apresentar alguns sintomas de ELA (esclerose lateral amiotrófica) e foi diagnosticado um pouco mais tarde. Stephen recebeu uma expectativa de vida de dois anos e meio. Mas, ele chegou na casa dos 74 anos, ainda trabalhando, falando na frente de muitas pessoas e compartilhando lindas mensagens.

Stephen Hawking é um verdadeiro exemplo de vida, de luta contra a adversidade. É por isso que queremos compartilhar a mensagem que ele deixou para todas as pessoas que sofrem de depressão. Uma mensagem de esperança!

A mensagem de Stephen Hawking

Então ele disse:

“Lembre-se de sempre virar a cabeça para as estrelas. Nunca olhe para os seus pés. Nunca abaixe os braços, essa é a coisa mais importante. Trabalhar em nós mesmos sempre dará bons resultados. A vida sem trabalho não é nada. Se você tiver sorte e tiver encontrado aquela pessoa especial em sua vida, lembre-se de se apegar a ela. Sempre cuide do amor que você sente pelo seu próximo e nunca o subestime.”

Stephen visitou o Royal Institute em Londres e foi lá onde ele fez sua palestra e proferiu essas belas palavras.

Ele também fez uma boa analogia entre depressão e buracos negros. Igualmente difícil de sair de ambos.

“O objetivo desta conferência é estabelecer o conceito de que os buracos negros não são tão ruins quanto pensamos. Certas coisas podem vir do buraco negro e, portanto, você também pode ir para outro universo através delas. É por isso que se você está sentindo que você não pode sair desse buraco negro, não tenha medo. Lembre-se que sempre há uma saída para tudo”.

Ele também disse sobre sua doença:

“Aquele que sofre deve ter o direito de acabar com sua vida se esse for o seu maior desejo. No entanto, eu interpretaria isso como um erro. Além de quão complexa a vida pode parecer, sempre haverá algo a ser feito sobre isso. Você sempre terá a oportunidade de ter sucesso no que faz. Enquanto há vida, há esperança.

Se você sofre de alguma doença, você deve saber que não é sua culpa. Mas também é importante não culpar os outros. Nunca espere que eles tenham pena de você. Sempre mantenha um olhar positivo em relação ao futuro, sua mente é a coisa mais preciosa que você tem. 

A ciência, por exemplo, é uma saída para muitas pessoas com deficiências. A razão é simplespara a ciência usamos a mente. Haverá muitos trabalhos que não podem ser feitos, mas no campo teórico não há limites. Eu trabalho em física teórica e minha deficiência nunca foi um impedimento para continuar descobrindo coisas. 

Eu cumpri meus objetivos e, em grande parte, graças a poder ter minha esposa e meus filhos ao meu lado. Eles me deram muito apoio e amor durante toda a minha vida. Muitas vezes isso também foi o que me manteve forte e ansioso. As pessoas têm uma predisposição natural para ajudar, você só precisa empurrá-las. Todos devemos nos dar a oportunidade de pensar que nossos esforços darão frutos e que a vida sorrirá para nós se desejarmos.”

Este homem é uma lenda da inspiração e força de vontade. Com todo o seu trabalho e suas palavras, ele consegue transmitir uma mensagem esperançosa para todos aqueles que mais precisam.

O que tem me ajudado muito a superar a depressão é o Método ”Vencendo a Depressão em 21 Dias”, isso está me libertando de tudo aquilo que me paralisa!

Se você quiser conhecer esse método também, clique aqui!

Se você acha que vale a pena, convidamos você a compartilhar essa incrível mensagem com todos os seus amigos.

Deixe uma resposta