Leia Essa Parábola Budista Que Nos Ensina a Ignorar As Pessoas Tóxicas

Leia Essa Parábola Budista Que Nos Ensina a Ignorar As Pessoas Tóxicas

O budismo é carregado de sabedoria, seus escritos e parábolas nos permitem crescer como pessoas. Você só precisa saber como interpretar.

Ignorar é uma arte

Diz-se que, em uma ocasião, um homem se aproximou do Buda e, sem dizer uma palavra, cuspiu no seu rosto. Seus discípulos ficaram enfurecidos e Ananda, o discípulo mais próximo, perguntou a Buda “-Dê-me permissão para dar a este homem o que ele merece -“

Buda enxugou o rosto com serenidade e respondeu a Ananda:

– Não, eu falo com ele.

Ele juntou as palmas das mãos como um sinal de reverência e disse ao homem:

– Obrigado, com seu gesto você me permitiu verificar que a raiva me abandonou. Eu sou tremendamente grato. Seu gesto também me mostrou que Ananda e os outros discípulos ainda podem ser invadidos pela raiva. Muito obrigado. Estamos muito gratos.

– Aprenda a ignorar

Quando dizemos aprender a IGNORAR, não nos referimos a pessoas. É aprender a ignorar palavras, comportamentos prejudiciais ou atitudes que desequilibram o nosso SER INTERNO.

Todo ser humano tem seu lado bom ou ruim, tenta encontrar no outro aquela parte luminosa que nos nutre e se afasta de seu lado negativo.

Violência, palavras fortes ou prejudiciais, não farão com que a outra parte baixe sua atitude, ao contrário, fomentarão ações piores. 

Não há melhor maneira de desalojar o outro do que agir com serenidade, e até conseguiremos fazê-lo pensar e porque não causam uma mudança em suas atitudes.

– Não à Crítica Destrutiva

Vivemos em tempos que nos fazem andar convulsionados, correndo por aí tentando vencer o tempo. E essas ações nos causam necessidades que às vezes podem se tornar destrutivas em relação aos outros.

Precisa de dinheiro, trabalhar mais e quer ser visto para alcançar esse aumento para atingir nossa meta, mas não estamos sozinhos, há pessoas em torno de quem busca o mesmo… e a linha fina pode nos fazer cair nessa palavra que semeia uma pequena gota destrutiva para o outro. 

Este exemplo nos ensina que com tranquilidade, esforço e boa adesão podemos alcançar o mesmo objetivo, e ser pessoas boas, às quais as pessoas vão querer se aproximar e seremos dignos de uma grande paz interior. 

– Nunca deixe que eles maltratem você

O abuso tem diferentes arestas, não se refere apenas ao físico através da violência, mas a várias outras formas; um muito comum é o abuso emocional.

Nunca faça o outro se sentir inferior, talvez algo que você não pode fazer como você faz, mas com certeza haverá muitas coisas que os outros fazem e que você não saberá como fazer e aprender com eles. 

Desvalorizar, manipular, fazer se sentir inferior ao outro, são atitudes que devemos aprender a apagar do nosso ser interior; tanto em nós mesmos e quando eles vêm dos outros.

– Não faça más ações

Você nunca deve permitir que uma ação ruim de outra perturbe seu equilíbrio interno. Nunca deixe atingir seu objetivo, que é apenas o deslocamento em certos momentos da vida.

E assim como você não permite isso aos outros, NUNCA tenha más ações em relação aos outros. 

A boa ação lhe dá grandeza, sensibilidade, você se sentirá em paz e gerará uma vida interior cheia de felicidade.

O que você acha da parábola? Você gostou?

Este post tem um comentário

  1. Olá Boa Tarde? No momento estou passando por situações muito difícil, desempregado, problemas de saúde, perseguições, traições e mal relacionamento amorosos. mais já estou otimista com estes conselhos dos nossos antigos Mestre da vida.
    Obrigado
    JFPariz

Deixe uma resposta