Leia Esta História Que Vai Te Ensinar a Confiar No Que a Vida Tem Para Você

Leia Esta História Que Vai Te Ensinar a Confiar No Que a Vida Tem Para Você

Nunca subestime nada que a vida lhe faça. Tudo, até mesmo o que às vezes lhe causa dor, tem um propósito. Confie na vida e ela vai te levar para o melhor caminho!

Diz a lenda que um dia um grupo de sementes estavam na margem de um rio, perto de alguns arbustos. Elas caíram juntas e assim começaram a viver.

Mas um dia, uma tempestade atingiu o pântano e uma deles, a menor, foi levada pelo vento a milhares de quilômetros de distância.

Sua última lembrança era ter fechado os olhos quando o vento começou a soprar tanto que se tornou impossível enxergar. Mas quando ela abriu os olhos, se encontrou sozinha.

Não havia nada nem ninguém ao seu redor. Não havia sinal da tempestade ou de seus amigos. O sol brilhava como se nada tivesse acontecido, mas a lama que se agarrava à sua casca lembrava que nada disso havia sido um sonho.

A primeira coisa que a semente fez foi chorar. Ela sentiu medo. Ela queria gritar, mas foi em vão. Ela resmungou, reclamou e até orou. Mas ela não conseguiu nenhuma resposta.

Quando ela acordou, ele esperava voltar, mas não. Tudo continuou igual. Ela estava sozinha, muito sozinha. Ela queria falar com um pássaro, mas ela era tão pequena que não conseguia ouvir.

Assim, os dias passaram e a semente estava atolada em fadiga e frustração. Até que uma noite ela viu uma estrela à distância no céu. Era tão pequena, mas sua luz brilhava. A semente foi hipnotizada achando quase mágico e por um momento ela se sentiu calma e adormeceu.

Mas desta vez, quando acordou, sentiu que algo havia mudado e descobriu que um pequeno broto verde havia crescido em sua cabeça.

A semente estava feliz como sempre e partiu para cuidar do pequeno broto que nascera nela. Ele causou a chuva para banhá-la, inclinou-se para o sol e com o passar dos dias tornou-se uma planta verde e alta.

A semente cresceu tanto que outras apareceram ao seu redor e o que antes a fazia se sentir só agora se tornou uma pastagem que se expandiu em um piscar de olhos.

Um dia, um fazendeiro passou e, quando viu tanto verde, parou. Ele caminhou até a semente e pegou um dos seus frutos com as mãos. O sorriso foi desenhado em seu rosto quase instantaneamente.

No dia seguinte, o homem voltou com sua esposa e, entre eles, colheram alguns de seus frutos.

Esse foi o começo de uma grande amizade. O fazendeiro cuidou da semente com respeito e ela se encarregou de dar à sua família o melhor dos frutos.

Graças a semente, uma cidade completa estava chegando pouco a pouco para construir suas casas e cuidar do campo. Com os frutos da semente eles faziam doces e até remédios.

Naquele momento, Sementes entenderam que o que elas consideravam a pior experiência de sua vida se tornara, nada mais e nada menos, que seu propósito. A vida tinha tomado conta de levar aonde ela deveria estar.

A Semente entendeu e se sentiu calma e feliz, certa de que a vida de seus amigos, mais cedo ou mais tarde, também os aproximaria de seu próprio destino.

Moral da história:

Nunca subestime nada que a vida lhe faça. Tudo, até mesmo o que às vezes lhe causa dor, existe para o seu próprio crescimento. Confie na vida e ela vai te colocar no melhor lugar.

Namaste!

Deixe uma resposta