▷ Mandalas e seus significados 【GUIA COMPLETO】

▷ Mandalas e seus significados 【GUIA COMPLETO】

O que são mandalas? O que elas significam? Como interpretar o significado de suas formas e cores? Como fazer uma mandala? Neste guia completo você irá aprender tudo sobre mandalas! Continue lendo e veja tudo sobre esses símbolos tão incríveis!

O que são mandalas?

Mandala é uma palavra sânscrita que significa “círculo”, a forma perfeita e, portanto, símbolo do cosmos e da eternidade.

Estas são representações artísticas organizadas em torno de um centro, têm uma origem ancestral e estão presentes em todas as culturas: das catedrais astecas, maia, egípcia, tibetana, indiana, chinesa às medievais e ícones modernos carregados de significado e simbolismo.

As mandalas mais comuns são desenhos emoldurados em círculo e compostos de diferentes formas de cores que giram harmoniosamente em torno de um ponto central.

Tipos de mandalas:

Embora sejam geralmente circulares, as mandalas também têm outras formas geométricas, como quadrados, triângulos, cruzes ou a aparência das flores.

Há mandalas de figuras tridimensionais, como aquelas usadas no budismo como oferenda quando se pede um ensinamento a um mestre espiritual, ou palácios de mandala.

Existem também diferentes tipos de danças mandolínicas, como a dança sufi dos dervixes turcos, uma dança ritual que representa a conexão com Deus através do movimento giratório.

Mandala Mudra é uma posição concreta das mãos utilizado em yoga e meditação.

Muitas catedrais têm vitrais que são mandalas, representações sagradas que servem de iluminação e elemento de conexão entre o mundano e o espiritual.

Na cultura tibetana, mandalas incríveis de areia colorida são frequentemente criadas, estudadas por um tempo e depois desfeitas, o que abre o caminho para novas criações tomarem seu lugar.

O que é realmente importante não é o que é criado, mas o próprio processo criativo. A natureza efêmera da matéria diante da beleza da mudança constante.

Seja como representações artísticas de pessoas ou carregado com significado religioso, mandalas estão em toda parte e mantem a essência do homem que a identidade do núcleo relação dinâmica com tudo ao seu redor.

Como fazer mandalas?

Para o uso das mandalas você pode desenhar a sua própria cor, uma já desenhada ou simplesmente relaxar deixando sua criatividade fluir.

Olhando ao seu redor com certeza você encontra muitas fontes de inspiração, se você olhar de perto, as mandalas estão em toda parte, em obras de arte, edifícios, logotipos ou na própria natureza. 

Mas sem dúvida a melhor fonte de inspiração pode ser encontrada em você mesmo, em sua imaginação.

Sente-se confortavelmente em um lugar calmo, relaxe sua mente e comece a desenhar o que sente, deixando-se levar e sem julgar ou analisar até terminar.

Usando lápis de cor ou qualquer outro tipo de pintura que você goste, pegue uma mandala já desenhada e comece a colori-la, capturando nela toda a criatividade que vem de dentro.

Se você desenhar ou colorir mandalas em momentos diferentes, perceberá como os desenhos e as cores que você usa variam de acordo com o seu humor.

Depois de terminar de desenhar ou colorir sua mandala, você poderá analisar seu significado e descobrir as mensagens do subconsciente nele representadas.

Tanto as cores como as formas estão cheias de significados simbólicos e psicológicos.

Embora sua intuição seja a principal ferramenta para decifrar os significados ocultos na mandala, aqui estão algumas listas com os significados usuais que geralmente são dados a cores diferentes, bem como a formas geométricas:

mandala meditação

O significado das cores das mandalas:

Branco: Pureza, simplicidade, limpeza, frescor, otimismo, inocência, clareza, longevidade.

Vermelho: Paixão, amor, força, coragem, impulsividade, sexualidade, desejo, determinação, sangue, vida, energia, perigo, o proibido, guerra.

Laranja: Otimismo, saúde, calor, entusiasmo, criatividade, fraternidade, sucesso, vitalidade, movimento.

Amarelo: Energia, felicidade, inteligência, diversão, otimismo, inovação, alegria.

Verde: Esperança, equilíbrio, crescimento, rejuvenescimento, natureza, estabilidade.

Azul: Serenidade, tranquilidade, liberdade, verdade, harmonia, fidelidade, progresso, contemplação, solidão, frieza, seriedade, lealdade.

Roxo: Espiritualidade, poder, misticismo, romantismo, majestade, autoridade, manipulação, sensualidade.

Rosa: Doçura, calma, delicadeza, requinte, gratidão, amizade, bom humor, sensibilidade.

Cinza: Paz, formalidade, tenacidade, elegância, seriedade, ordem.

Preto: Silêncio, profundidade, mistério, sobriedade, poder, independência, tristeza, desânimo, receptividade.

Marrom: Estabilidade, firmeza, riqueza, compaixão, ternura.

O significado das formas nas mandalas:

Círculo: Perfeição, cosmos, movimento, mudança, o verdadeiro eu, segurança, o absoluto.

Quadrado: estabilidade, equilíbrio, energia, vitalidade, entusiasmo.

Triângulo: plenitude, paixão, transformação, o inconsciente.

Cruz: Decisões, união de dois aspectos opostos (céu e terra, vida e morte, o consciente e o inconsciente), direções diferentes.

Retângulo: Estabilidade, inteligência, vida terrena, riqueza, sustento.

Pentágono: Silhueta do corpo humano, os cinco elementos (terra, água, fogo, metal, madeira), inteligência, poder.

Hexágono: União de opostos, impulsividade, agressividade.

Coração: Amor, felicidade, alegria, sentimento de união, amizade.

Labirinto: Busca interna, precisa encontrar o centro.

Borboleta: Transformação, auto renovação, evolução.

Estrela: Espiritualidade, liberdade, salvação, imaginação.

Espiral: Vitalidade, cura, fluxo de energia.

Conclusão:

Mandala quer dizer círculo na linguagem do sânscrito.

Em outras línguas é conhecida também como círculo mágico, ou concentração de energia!

Elas são universalmente conhecidas como objetos símbolos de integração e de harmonia.

Mandalas são parte de rituais de magia de diferentes culturas: Os hindus, os budistas, cristãos, indígenas, as diversas culturas ancestrais, os islâmicos, etc.

São imagens dinâmicas com o poder de organizar as energias astrais naturalmente.

São utilizadas para meditação e para a harmonização de ambientes confusos. Também cura as energias. Inspirando serenidade e ordem.

Ou seja, uma mandala é um campo de força, onde sua estrutura e seus desenhos possui poderes vibracionais atuantes.

Todas elas possuem elementos básicos: a forma circular, um ponto central e a repetição das linhas simétricas e das formas que compõe o desenho.

Cada parte de uma mandala possui um simbolismo! O que está dentro do espaço onde as formas são desenvolvidas é o sagrado. O que fica fora desse espaço é o profano.

O ponto central da mandala é a representação do superior, da fonte da criação.

As formas geométricas da mandala representam a sua vibração. E as cores são o seu poder vibratório.

As cores influenciam muito na vibração da mandala, pois tem simbologias muito particulares. As cores mais utilizadas são o vermelho, o amarelo, o azul, o laranja, o verde e o lilás!

Cada uma das emite uma energia diferente e especial.

A confecção de mandalas também é conhecida como uma atividade de terapia. Exercitando a concentração.

 

Desenhos de mandala:

Mandalas para colorir

colorir mandalasmandala de flor para pintarmandala para pintar

 

Mandalas coloridas

lindas mandalasmandalas coloridassignificado das mandalas

tudo sobre mandalasmandalao que é mandala

Este post tem um comentário

  1. Fiz uma mandala na cor preta, e fundo branco, parecida com um labirinto (eu a recebi em sonho). Qual o significado da cor preta?

Deixe uma resposta