REFLEXÃO: A vida já é dura o suficiente, seja gentil com as pessoas…

REFLEXÃO: A vida já é dura o suficiente, seja gentil com as pessoas…

É doloroso ver em que esta sociedade se transformou.

Houve uma época em que a vida era mais fácil e as pessoas eram mais amigas. Pelo menos, é isso que acredito ser verdade. 

Sim, as guerras eram frias e sangrentas, mas as pessoas sabiam como ficar juntas. Eles sabiam o que é importante na vida. Eles nutriram e respeitaram valores como honestidade, solidariedade, igualdade, integridade e amor.

Não estou sugerindo que esses tempos fossem utópicos. Mas foi diferente.

Todos eram mais gentis, mais abertos, mais honestos. As conversas eram sinceras, o amor era genuíno, a dor era real, a luta era difícil.

Essas pessoas ajudavam umas às outras, cuidavam umas das outras. Eles compartilhavam o riso, eles compartilhavam sua tristeza, eles eram ombro do choro do outro, eles eram um apoio incondicional para o outro.

É por isso que os laços duraram. Quando algo parecia errado, eles procuravam uma maneira de consertar. Não é um atalho para evitar isso.

Mas não posso deixar de notar que o que temos agora é completamente diferente.

Há uma grande divisão entre as classes sociais. Há ódio. Existe intolerância. Há discriminação. Genocídios silenciosos. Opressão. Racismo.

Tudo o que vejo hoje é tristeza, pobreza, miséria, decepção, injustiça, mentiras e manipulação total. De alguma forma, os culpados sempre encontram uma maneira de se livrar de seus erros.

E as únicas pessoas que sofrem por sua maldade são os justos. Aqueles que são honestos, nobres e talvez puros.

Eu sei que não é justo, mas a vida é uma pista de boxe e se você não for cauteloso o suficiente, você vai acabar cruelmente espancado. Alguns são os mais fortes e alguns lutam para sobreviver.

Então, você não acha que depende de nós fazer a mudança?

A vida sempre será dura. É um passeio imprevisível. Nós nem sempre seremos capazes de evitar os obstáculos ao longo do caminho. Nós nem sempre estaremos prontos para encarar a verdade. Nem sempre seremos fortes para superar a dor.

Mas precisamos entender que também depende de nós tornar essa vida suportável.

É difícil e desafiador o suficiente como é… Então, vamos deixar de sermos cruéis um com o outro.

Deixemos de lado o ódio, esses estereótipos, o preconceito em nossos corações, a discriminação, a tortura, o tratamento injusto, a inveja…

Deixemos de nos importar se a grama é mais verde do outro lado da cerca. Em vez disso, vamos nos concentrar em nosso próprio solo. Nosso próprio crescimento. Nossa própria prosperidade.

Vamos ser gentis um com o outro. Não vamos desprezar um ao outro. Não tenhamos inveja das posses de cada um. Não vamos impor nossas crenças aos outros. Não vamos forçar os outros a se adaptarem às nossas preferências ou necessidades.

Não vamos dizer às pessoas com quem elas podem ou não podem se casar. Não vamos convencer as pessoas de que as emoções são um sinal de fraqueza. Não vamos proibir as coisas para as pessoas que as mantenham saudáveis ​​ou que tenham uma paz de espírito eterna.

Não vamos julgar pela cor da pele deles. Sua crença religiosa. A língua deles.  Não vamos envergonhá-los por suas escolhas. Não vamos ser desrespeitoso.

Não vamos ser selvagens.

Deixe-nos ser gentis um com o outro.

Pois bondade e solidariedade serão nossa única salvação.

A vida é muito difícil.  Alguns de nós são frágeis, outros estão sofrendo.

Então por favor. Vamos acabar com essa loucura de uma vez por todas, e vamos ser gentis um com o outro.

Nós somos tudo o que temos.

Deixe uma resposta