Terapeuta Explica Quais São As Preocupações Das Crianças De Acordo Com a Idade

Terapeuta Explica Quais São As Preocupações Das Crianças De Acordo Com a Idade

Nós, adultos, não somos os únicos que lutam com medo e preocupação – as crianças também. Os terapeutas dizem que as preocupações da criança tendem a diferir de acordo com as faixas etárias.

“Com o que as crianças se preocupam?”

Uma criança não começa a expressar pensamentos e sentimentos até os três anos de idade. Então, é natural estar curioso sobre o que está preocupando seu filho! 

Lista de preocupações de acordo com a idade de cada criança:

Bebês e crianças (0-2 ANOS)

– Estar separado dos pais

Aqui está o porquê: Até cerca de 8 a 10 meses, os bebês acreditam que o que está temporariamente desaparecido simplesmente desaparece. Por exemplo, quando você sai da sala, seu filho pensa que você está indo embora para sempre e começam a sentir o medo da separação. 

– Barulhos altos

Aqui está o porquê: O cérebro do bebê é supersensível à sobrecarga de informação (e sensorial). Um barulho alto (ou sensação de ‘surpresa’) irá enviar seu cérebro delicado em alerta máximo.

– Coisas que acontecem ‘fora do seu próprio controle’

Aqui está o porquê: quando o seu pequeno começa a dar seus primeiros passos (uma coisa linda!), eles começam a ter a maravilhosa sensação de independência! 

Eles sentem uma necessidade cada vez maior de controle sobre seu ambiente. Qualquer coisa que pareça fora de seu controle (digamos, um carro buzinando ou uma rajada de trovão) pode parecer assustador.

(3-5 ANOS)

– Medo do escuro / estar sozinho à noite

Aqui está o porquê: crianças em idade pré-escolar têm dificuldade em separar a fantasia da realidade (você vê todos esses trajes de Batman e Superman?) De qualquer forma, se uma criança associa a escuridão a algo assustador, é provável que ela entre no seu quarto à noite.

– Pessoas fantasiadas (Papai Noel, Coelhinho da Páscoa, etc.)

Aqui está o porquê: se há um tema comum em desenvolvimento, é este: as crianças não se sentem confortáveis ​​com o desconhecido. 

Um homem grande de trajes vermelhos, barba branca e um chapéu vermelho de aparência estranha não os impressionará muito. Na verdade, eles provavelmente não gostarão disso… de jeito nenhum.

6 a 11 anos

O medo de estranhos, a escuridão, estar sozinho e outras coisas fora de seu controle praticamente dominam as preocupações do seu filho até os 6 ou 7 anos. Então, as crianças começam a temer essas coisas até por volta dos 11 ou 12 anos:

– Estar sozinho em casa

Aqui está o porquê: Embora muito mais velho em comparação, as crianças ainda questionam sua capacidade de lidar em um mundo incerto sem sua mãe ou pai.

– Ser rejeitado

Aqui está o porquê: as crianças estão lidando com o fato de que é um grande mundo lá fora – e estão, bem, preocupadas. Em nosso subconsciente está o conhecimento de que somos, por natureza, animais sociais. Rejeição de um tipo raramente é um desenvolvimento bem-vindo (ou saudável).

– Algo ruim acontecendo com aqueles com quem eles se importam

Aqui está o porquê: as crianças começam a entender – em algum nível – que a morte é inevitável. Como tal, eles podem começar a ponderar algo sério acontecendo com alguém ou algo (um animal de estimação, por exemplo) que eles amam.

Adolescentes (ACIMA DE 12 ANOS)

– Sua imagem

Aqui está o porquê: a adolescência é quando começamos a fazer a pergunta “Quem sou eu e o que estou fazendo aqui?”. Nessa idade, as crianças começam a compreender plenamente a importância das interações sociais à medida que mudam de um sistema de apoio familiar para outro.

– Suas notas ou desempenho

Eis o porquê: os adolescentes começam a compreender as consequências do fracasso – e isso pode criar um pouco de medo. As crianças que são voltadas para as conquistas, em especial, serão duras com elas mesmas, depois de uma nota ruim no exame ou de uma saída ruim no campo de jogo.

Naturalmente, a melhor coisa que podemos fazer como pais é assegurar que estamos sempre à sua disposição com calma. Não importa o que.

Deixe uma resposta