Terapeutas do casamento explicam: 6 hábitos que destroem os casamentos

Terapeutas do casamento explicam: 6 hábitos que destroem os casamentos

“Não é a falta de amor, mas a falta de amizade que torna os casamentos infelizes.” – Friedrich Nietzsche

O dia do fim de um casamento pode chegar. Algumas pessoas não percebem o que deu errado até que o casamento já tenha terminado.

Especialistas em relacionamentos e terapeutas que se especializam em ajudar os casamentos a se manterem fortes fizeram essa lista de motivos pelos quais os casamentos terminam. 

Reconhecer as coisas que dão errado em um casamento ajudará a todos a longo prazo. 

Estar ciente das principais razões pelas quais os casamentos terminam é a melhor maneira de evitar.

1. Não há comunicação sobre o relacionamento

Muitas pessoas pensam que uma vez que você se casa, não há mais necessidade de se sentar e conversar sobre seu relacionamento. Isso é falso, e uma das principais razões que os casamentos terminam. 

Ser capaz de se sentar e discutir seu relacionamento é vital, especialmente no casamento.

Ser casado é fazer um compromisso de longo prazo com o seu parceiro. Você quer ter certeza de que os canais de comunicação estão abertos. 

O casamento não significa que o relacionamento vai sempre funcionar perfeitamente. Se comunique sobre o seu relacionamento para manter seu casamento saudável e feliz.

2. Você não tem relacionamentos de amizade fora do casamento

Ter relacionamentos e amizades fora do casamento é a chave para manter seu casamento forte e saudável. Você precisa ser capaz de ter um sistema de apoio que não seja apenas seu cônjuge. 

Isso significa que você precisa ter amigos ou relacionamentos fortes com os membros da sua família. Terapeutas matrimoniais indicaram que, se a sua única forte amizade ou relacionamento é seu cônjuge, então seu casamento pode estar em apuros. 

Ter uma rede de apoio e ser capaz de suportar o estresse do seu parceiro é vital para um casamento saudável e duradouro.

3. Existem diferenças nos valores

Quando você se casa com alguém muito rápido, você pode não conhecer essa pessoa por dentro e por fora. 

O casamento é uma época em que você realmente aprende sobre a pessoa com quem está passando o resto da sua vida. Às vezes, você descobre que não compartilha o mesmo tipo de valores e moral.

Terapeutas matrimoniais explicam que ter uma diferença nos valores pode ser algo grande que acaba com o casamento. A chave é poder falar dessas diferenças, respeitar e comprometer as coisas em sua nova vida juntos.

4. Manter segredos um do outro

Embora existam certamente coisas que muitas vezes preferimos manter para nós mesmos, manter em segredo é um mau hábito de ter quando você está em um casamento. 

Você não tem que dizer ao seu cônjuge todo pensamento que vem à sua cabeça, mas conscientemente manter segredos deles pode rapidamente levar a uma estrada desastrosa. 

Terapeutas de casamento não recomendam manter segredos de seu cônjuge, não importa quão grande ou pequeno seja esse segredo. 

A honestidade é sempre melhor, e aquela que nutrirá um casamento saudável e duradouro.

5. Esquecer o quão importante são as pequenas coisas

Quando você se casa, depois de um tempo, as pequenas coisas podem começar a se afastar. Você tem filhos, tem dívidas, tem coisas que precisam ser feitas. 

Dia após dia, as “grandes coisas” começam a ter prioridade sobre as “pequenas coisas”. 

Os casamentos podem terminar porque as pessoas esquecem de elogiar seu cônjuge todos os dias ou agradecer pelas pequenas coisas, como trazer uma xícara de chá ou arrumar a sala de estar.

Esquecer todas as pequenas coisas pode fazer um casamento desmoronar. 

É importante sempre reservar tempo para cultivar partes do relacionamento que podem estar sendo negligenciadas.

6. Não saber se comprometer

Compromisso é verdadeiramente fundamental nos casamentos. Às vezes, as coisas nem sempre podem seguir o melhor caminho. No entanto, se você cavar seus calcanhares e se recusar a comprometer, pode haver consequências. Ou seja, pode começar a matar seu casamento. 

Terapeutas matrimoniais vêem casais o tempo todos com problemas para se comprometer, o que pode causar discórdias no relacionamento. 

Ser flexível e ter a capacidade de sacrificar um pouco para o seu parceiro é a chave para um casamento longo e feliz.

Deixe uma resposta